Artigo do “The Boston Parents Paper, March 2007, www.bostonparentspaper.com

Você é Deprimido ?

O Instituto Nacional de Saúde Mental (nos Estados Unidos da America   www.nimh.nih.gov   866-615-6464 ) oferece a informação seguinte para lhe ajudar a identificar se você pode estar sofrendo de depressão. Marque aqueles que mais identifica-se com você:

1. Eu estou realmente triste a maioria do tempo.

2. Eu não gosto de fazer as coisas, que eu gostava de fazer sempre.

3. Eu não durmo bem à noite e com o sono muito inquieto.

4. Eu sempre estou cansado. E tenho dificildade de sair de cama.

5. Eu não tenho muita vontade de comer coisa alguma.

6. Eu tenho vontade de comer o tempo todo.

7. Eu tenho muitas dores e que não vão embora.

8. Eu tenho pouco ou nenhuma energia sexual.

9. Eu tenho dificuldade de focalizar e sou muito esquecido.

10. Eu estou enfurecido com todos e tudo.

11. Eu sinto transtornado e medroso, mas não posso entender porque.

12. Eu não tenho vontade de falar com as pessoas.

13. Eu sinto que não hà muita razão de viver ; nada mais de bom vai me acontecer.

14. Eu não gosto de mim mesmo. Me sinto disconfortável a maioria do tempo.

15. Eu penso muito em morte. Até mesmo chego a pensar como eu poderia me matar.


Sua Pontuação é Alta, você esta Deprimido !

Se você marcou várias vezes, contate seu doutor para um visita e traga esta lista com você. Peça para ser avaliado por depressão.Porém se você esta procurando uma alternativa natural, e muito efetiva, estamos aqui para lhe ajudar, a terapia com o trabalho energético do Reiki lhe conduzirá a liberações muito fortes dentro de um prazo muito rápido. Logo após sua primeira sessão energética seu estado emocional já apresenta mudanças positivas e perseptíveis, com uma sequência de sessões, você ganha um nível de equilíbrio mais elevado a cada nova sessão. Um tratamento com o Reiki em um periodo de quatro a seis mesês se obtem transformações extraordinárias. Este parágrafo foram comentários de Ricardo DaCunha, Terapeuta Reiki, veja Sessões Individual de Reiki.


Depressão nos Pais, Refletem nos Filhos ?

Escrito porDebra Gordon, escritora de saúde e editora veterana.

Depressão nos pais também pode resultar em crianças se tornarem babas para os pais. "As crianças são forçadas a crescer e cuidar dos pais", Kendall-Tackett diz (veja seu livro na bibliografia abaixo). "Eles sempre estão tentando fazer os pais participar mais além de avaliarem seu estado de humor. Põe as crianças neste papel paterno que não é saudável."


Tratamento para os Pais / É o mesmo que tratar os Filhos

Um das melhores coisas uma mulher deprimida pode fazer para proteger suas crianças é adquirir tratamento para a sua depressão. Em um estudo que Weissman e seus colegas administraram como parte da pesquisa de longo-termoem depressão, eles acharam que uma vez que a depressão de uma mãe melhora significativamente com tratamento, o comportamento e sintomas de suas crianças também melhoram significantemente, entretanto as crianças nunca foram tratadas. Mais de um-terço das crianças de mães deprimidas neste estudo estavam com uma condição psiquiátrica - principalmente ansiedade, estado depressivo ou comportamento desequilibrado - e quase a metade teve uma desordem psiquiátrica passada.

Porém, uma vez que as suas mães melhoraram a taxa de desordens psiquiátricas nas crianças cairam 12 porcento em três meses, comparados a um 6 porcento de aumento de desordens diagnosticadas em crianças cujas as mães não melhoraram.

"Nas atuais circunstâncias, quando ainda temos muitas perguntas a respeito da segurança e tipo de tratamento apropriado em crianças com desequilíbrio psiquiátrico, estes estudos nos sugerem que é importante providênciar tratamentos rigorosos para as mães, se elas estão Deprimidas", observaramWeissman e seus colegas.

RESOURCES

More info:

Depression is a treatable illness. Learn more about the different types of depression and the treatment options, including medication and therapy, at www.parenthood.com/depression.html


ORGANIZATIONS:

Depression and Bipolor Support Alliance – www.dbsalliance.org; 800-826-3632 – Provides resources for people with mood disorders and their families, including online chat rooms and a newsletter.

Families for Depression Awareness – www.familyaware.org; 781-890-0220 – Local support organization specifically for families dealing with the effects of depression. Read advice from area experts and profiles of real families handling the issue.

Mindful Mother – www.mindfulmother.com; 617-489-7682 – A technique offered by Elizabeth Torre M.D., to help parents adjust to the unpredictable highs and lows of parenting.

Mood & Anxiety Disorders Institute at Mass. General Hospital – www.massgeneral.org/madiresourcecenter ; 617-724-8318 - Research and treatment center that offers extensive web site of links, including resources, online videos and definitions of many disorders.

National Alliance for the Mentally ill – www.nami.org ; 703-524-7600 – A support and advocacy organization of consumers, families and friends of people with severe mentally illness. Local affiliates provide guidance in finding treatment.

National Institute of Mental Health – www.nimh.nih.gov ; 866-615-6464 – This federal institution hosts the Genetics of Recurrent Early-Onset Depression (GenRED) study, which is recruiting people with depression who also have a family history of the disease. For more information, email genredstudy@stanford.edu , or call 877-407-9529. (All emails and calls are confidential.)


BOOKS

A Deeper Shade of Blue: A Woman’s Guide to Recognizing and Treating Depression in Her Childbearing Years, by Ruta Nonacs, M.D. Ph.D. , Simon & Schuster, 2006. The author, a senior member of the Center for Women’s Mental Health at Massachusetts General Hospital, details the causes of depression in women, treatments, and ways to lessen the effects of the illness on family and friends.

Hidden Feelings of Motherhood: Coping with Mothering Stress, Depression and Burnout, by Kahleen Kendall-Tackett, Ph.D., Pharmasoft Publishing, 2005. Offers advice on coping with the demands of motherhood, while also heralding the important role that all moms have in the lives of their children.

Out of the Darkened Room: When a Parent is Depressed, by William R. Beardslee, M.D., Little, Brow and Co.; 2002. The author, the psychiatric-in-chief emeritus at Children’s Hospital Boston, describes how depression affects both parent and child, and how open communication can help the whole family heal.